Crisálidas (2017-)

Fotograma | Em andamento.

O corpo muda, transmuta, se transforma, as vezes troca de casa, outras, pede refúgio. O parir ou não parir e uma asa se abrir. O tornar-se ele, ela, os dois, talvez. E várias asas se abrirem. Ser múltiplo. Ser um só. Por escolhas ou não-escolhas, o corpo muda independentemente. Ele por fala si só e por você. É casa própria, casulo, invólucro. Quando liberto cria asas, quando liberto pode ser o que quiser ser.